Método

Método

Método é uma palavra muito comentada hoje em qualquer conteúdo sobre trading esportivo.

Mas alguém já te falou que esse método tem que estar totalmente relacionado a você? Um método não é algo consistente a ponto de jamais precisar ser lapidado, mas, como escolher jogos, gerir stakes, mudar critérios para melhorar os lucros ou até mesmo diminuir os prejuízos se não for você o criador desse método? Como administrar algo que você não conhece? Como se sentiria estando nessa posição, de identificar que não está andando bem, mas como não criou, não tem a mínima ideia por onde começar as mudanças?

Acho que só de pensar nessa hipótese seu emocional vai te dar um sinal aí de que não é uma boa ideia.

Vou tentar compartilhar como foi minha experiência e como meu emocional acabou me levando para um caminho sem eu nem mesmo perceber.

Muitos me perguntam como construí meu método de trabalho, vou tentar colocar alguns pontos que para mim foram muito importantes no meu processo.

No início identifiquei que precisaria fazer algumas escolhas para desenvolver meu método:

  1. Escolher o que assistir.
  2. Escolher no que focar quando assistia aos jogos.
  3. Focando em algo, precisaria entrar em algum mercado.
  4. Com essas decisões, quanto colocaria do meu dinheiro.

O primeiro ponto que me ajudou muito e foi algo inconsciente, foi a escolha dos primeiros jogos a se fazer. Quando vamos iniciar, essa será nossa primeira grande decisão, qual jogo irei fazer? Como tenho um vínculo muito forte com o futebol desde sempre e já assistia jogos da Europa nos finais de semana, acabei focando neles, e para iniciar, acabei mesmo sem saber pulando uma grande dificuldade que muitos têm, que é conhecer a fundo os times. Ali eu já sabia quem eram o Barcelona, Real, Bayern, City, United e vários outros, conhecia a história de cada um, o plantel e o que cada um lutava em sua país. Esse fator acabou me dando leveza e tirando a pressão que muitos têm de assistir algo sem ter o conhecimento do que aquilo realmente equivale para cada time, o que cada equipe precisa e tem qualidade para fazer.

O Segundo e o terceiro ponto descrito no início pra mim foram descobertos juntos, vou tentar explicar. Já tendo uma história com o futebol, automaticamente já tinha minhas preferências, desde o início eu tentei procurar gols, sabendo como o futebol funciona, algo na minha cabeça sempre foi muito claro, por mais que um time possa prevalecer no campo, nunca crave que o gol sairá para x ou y, o futebol jamais te dará essa certeza, ele te dá a probabilidade de aquilo acontecer, mas a certeza você jamais terá, e essa premissa que tinha na cabeça acabou me levando para o mercado de gols.

Lembrando que não estou falando qual mercado é melhor,

estou falando que me conhecendo e sabendo os jogos que mais gostava de assistir, o mercado de gols seria inicialmente uma boa opção, pois ali estaria a favor de qualquer time, o que precisaria era somente ver um jogo com possibilidades de gols.

Esse é um fator interessante, pois aí já vemos um primeiro indício onde meu emocional acabou me levando para o mercado, e o mais importante nesse caso, é você não brigar com você mesmo, aceite seu perfil, se não consegue ver sua stake sangrar contra o tempo, escolha um mercado a favor do tempo, se inicialmente prefere trabalhar com segurança, então o faça da sua maneira, não é porque algum trader faz bem feito um certo mercado, que aquele é o mercado a ser feito, você precisa descobrir qual é o seu mercado, e saiba que a experiência e o tempo te levarão a descobrir novos mercados, mas para chegar até lá, será necessário focar no seu melhor agora.

Claro que foram meio inconsciente essas minhas escolhas naquela época, não relutei com o mercado, via muito mais atividade de dinheiro no match odds, mas estar a favor de um gol de qualquer time me dava muito mais tranquilidade, simplesmente fui confiando em mim, no que eu sentia estando no mercado e fazendo.

Cada um está em um momento da vida, cada um iniciou no trading de uma forma, então se eu puder dar uma dica aqui:

Sinta qual mercado te atrai mais, e achando um, descubra a fundo o porquê pensou nele.

Analisando depois o porquê fui para o over, era claro que meu perfil naquele momento era de mais cautela, não tinha problemas em estar contra o tempo, pois sempre respeitei o dinheiro, mas estar a favor dos dois times sempre me fizeram ter mais certeza do que fazer, pois era meu perfil, era isso que me deixava tranquilo para entrar no mercado.

O Foco no jogo era muito mais fácil eu estando bem com o que queria fazer, pegar esses gols eram a certeza que eu tinha, e com isso era muito mais fácil me manter focado e concentrado.

Mas mesmo após decidir em que jogo assistir, no que focar e onde entrar, precisará de alguns critérios a mais, aceitará qualquer odd? Com quanto entrará?

Aí eu te pergunto?

Quando alguém cria um método de trabalho, ele vai respondendo todas essas perguntas com o tempo, assim como fui fazendo, e ao longo desse tempo vai descobrindo o que dá certo para ele, e o que não dá. Talvez uma odd precise ser maior porque está dando pouco retorno com o tanto de entradas que ele acerta, ou então a gestão precisa mudar, pois toda vez que entra no mercado fica nervoso pensando na possibilidade real de perder aquele dinheiro. Como fazer tudo isso sem criar nada? Como simplesmente pegar o método de alguém e fazer igual?

Aquele método de match odds que dá muita rentabilidade para alguém não dará provavelmente a você por uma simples questão. O criador do método o criou baseado nos jogos que ele queria trabalhar e não me venha falar que os jogos do mundo todo têm o mesmo padrão.

O criador do método fez os critérios de entrada no mercado com base na sua leitura de jogo, no que ele acha importante, e sabe como ele fez isso? Certamente baseado no que ele se sente à vontade para depois arriscar o dinheiro dele.

Mas será que o, à vontade dele é o mesmo do seu à vontade? Será que a gestão que ele coloca de 1%, 3% ou que seja 10% dele é a ideal para você? Se ele tomou essas decisões, foram porque ele as testou, testou com suas experiências, com o seu tempo de tela, com a sua banca em mente, com o seu saldo bancário em mente. Tudo o que o criador do método desenvolveu foi em relação a vida dele, ou seja, ele criou um método onde pudesse trabalhar de forma que seu emocional o ajudasse a tomar a melhor decisão.

Agora me responda.

Levando em consideração tudo isso, como fica o seu emocional ao entrar em algo que não criou? Não são jogos escolhidos pelo seu perfil de profissional, o mercado não é o que te dá prazer em fazer, a gestão te dá calafrios quando está no mercado. Como pode o seu emocional te ajudar? Na verdade, será uma armadilha sem volta.

A grande maioria das pessoas buscam o método perfeito, o método infalível onde seus riscos diminuirão. Na verdade, o método perfeito só você poderá criar, pois ali estão suas referências, sua gestão baseada na sua história, método perfeito não é o método que não exista red, método perfeito é aquele que te dá a oportunidade de mesmo errando continuar ganhando,  pois você perde o que pode perder nele, e ganha o que pensou que ganharia com ele, e isso só você poderá definir.

É claro que existe alguns pontos que podem sim serem usados,

ou melhor dizendo, acho muito importante que como conhecimento você possa conhecer como um trader que você tenha como referência criou sua forma de trabalhar, use a experiência dele a seu favor, isso é muito válido na minha opinião. Descubra o porquê ele escolhe as ligas que trabalha, leve isso para você e busque escolher as suas ligas com os seus conhecimentos. Porque ele prefere match odds e como ele desenvolve isso em um jogo, agora você sabendo como ele criou isso, desenvolva sua forma de olhar o jogo, desenvolva seus critérios para entrar e sair do mercado. Se ele entra só com 1% da banca, descubra o porquê ser assim, você verá que tudo tem relação com a forma de se sentir no mercado, então descubra o seu porto seguro para a stake a ser trabalhada, qual será a sua porcentagem segura.

Afinal o método será o que te dará tempo para ir se criando como profissional. Quer usar a experiência das suas referências? Então as use, mas jamais deixe elas serem mais importantes do que a sua decisão, coloque você no seu método, seus campeonatos, sua gestão, seus critérios, seu método.

Use suas referências como referências e não como verdade absoluta.

A sua verdade, o seu caminho só você poderá construir.

Pin It on Pinterest